O que é ?


Por tradição, os maridos cuckold são normalmente vítimas de escárnio e difamação. Quando se descobre que uma esposa se realiza sexualmente na cama de outro homem esta passa a ser uma adúltera e o marido um corno.

No dicionário um marido cuckold significa "homem com esposa infiel".

À primeira vista o conceito de aceitar a intimidade da esposa com outro homem pode parecer anormal e até algo bizarro, mas se pensar bem diga-me honestamente, existe algum marido que não tenha alguma vez imaginado ou fantasiado ver a sua mulher ser sexualmente devorada por outro homem ? Ou esposa que não se tenha já imaginado nos braços de outro homem ? Ou homem que não tenha cobiçado a mulher de outro ? Afinal, o fruto proibido é o mais apetecido, ou se preferir, a mulher casada é a mais desejada. A verdade é que todos somos vítimas destes desejos perversos que reprimimos, por vezes, durante toda a vida.

Seja como for, é uma das fantasias mais recorrentes e populares entre casais. Alguns homens até se podem sentir ofendidos só com a ideia, mas esse sentimento de ofensa é normalmente proporcional à excitação subjacente e poucas vezes reconhecida.

Homens com baixo índice de auto-estima, inseguros e frustrados têm tendência a exaltar a sua masculinidade com o objectivo de ofuscar as suas fraquezas. "Sou muito macho para permitir uma coisa destas, ou sequer perder tempo a pensar no assunto", é uma das frases mais ouvidas quando se toca neste tema.

Existem no entanto outros homens que, num dado momento das suas vidas, decidiram seguir os seus impulsos e entregar-se à sua natureza. Alguns cansaram-se simplesmente de lutar contra eles próprios, outros tiveram um momento de absoluta clarividência percebendo onde residia a sua verdadeira felicidade e outros foram carinhosamente conduzidos pela esposa.


Dentro do contexto de estilos de vida alternativos, o marido cuckold está entre a definição tradicional de corno e swinger (Ver O Swing e o Cuckold). O que contraria a primeira definição, corno,  é que hoje em dia o marido cuckold está ciente da infidelidade da esposa e ambos se excitam sexualmente com isso. A diferença em relação aos swingers, é que no swing ambos, esposa e marido, são infiéis e estão envolvidos no acto ao mesmo nível, ou seja, como iguais enquanto que no cuckold isso não acontece.

No caso do cuckold existe uma hierarquia, o domínio da mulher sobre o homem, os dois estão em patamares diferentes. A esposa aparece sempre como dominante e o marido como submisso. (Ver Dominação)



Em resumo, o marido cuckold é o homem que espera e aceita a infidelidade da esposa. Que se excita ao imaginar ou ver a sua esposa com outro homem. O cuckold sente prazer em ver o prazer da esposa.

Por norma o marido cuckold é completamente submisso e receptivo à dominação feminina. É a humilhação que o excita; a humilhação de se sentir impotente e inútil, a humilhação de ver a esposa com outro homem; a humilhação de ter que se submeter aos desejos da esposa e dos amantes. O marido cuckold é também um escravo sexual, pronto para seguir incondicionalmente as regras que lhe são impostas quer pela esposa, quer pelos seus amantes, recebendo os castigos e as recompensas de acordo com o seu comportamento e satisfazendo todos desejos e necessidades da mulher.


Ao nível do relacionamento sexual, o cuckold pode ter relações sexuais com a esposa ocasionalmente ou aceitar que ela prefira outros homens para o substituir completamente na cama. Tal decisão cabe à mulher, é ela que define as regras e os limites.


Em contrapartida a esposa deve fornecer aquilo que o marido precisa. Há uma troca, um acordo virtual, uma parceria implícita na relação dona/corno.  Embora superficialmente não pareça um acordo justo, pois existem dois escalões hierárquicos diferentes, a liberdade aproveitada pela mulher tem tanto valor para ela quanto a humilhação e a submissão tem para o cuckold. Cada um tem a sua natureza e alimenta-se de coisas diferentes. E a mulher que julga que dominar, humilhar e subjugar é simples, está muito enganada. Exige trabalho, dedicação e entrega, ao ponto de ser necessário um sentimento muito forte que justifique essa tarefa árdua e por vezes penosa.


9 comentários:

  1. Trabalho espetacular, no entanto, quando se referem ao marido, preferia ver a palavra Cuckold substituida por corno manso, pois no meu entender é a expressão portuguesa que melhor define o Cuckold. Vamos lá defender a nossa lingua, pois é com ela que lambemos as ratinhas enleitadas das nossas queridas esposas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Prefiro cuckold, até porque as fronteiras não existem mais e a humanidade precisa de um idioma em comum para se comunicar (inglês). Sou um cuckold, e tenho orgulho disso!

      Eliminar
    2. Meu sonho é iniciar minha esposa nesse mundo, adoro quando ela coloca roupas curtas e da uma saída. Mas estou com problema, não sei como tocar no assunto com ela. Adoro esse blog, quando estou só vou logo dando uma olhada e lendo tudo.

      Eliminar
  2. Sou comedor de esposas e busco um casal para partilharmos momentos agradáveis de sexo e amizade juntos!!!!
    voltifuden@bol.com.br

    ResponderEliminar
  3. NOSSA!!!! QUE MATERIA LINDA E PERFEITA. ASSIM COMO O AMIGO ESCREVEU PREFERIA LER CORNO MANSO, POIS É A TRADUÇÃO DE UM CUCKOLD, MAS NÃO FEZ MUITA DIFERENÇA. POIS ADORAMOS!!! as bitch_wife DO SEXLOG

    ResponderEliminar
  4. Adoro o conteúdo do site, não deixo nunca de acompanhar.
    Sei que o cuckold é uma arte das mais deliciosas do mundo.
    Alem de parabenizar pelo conteúdo, também quero divulgar minha sex shop a Mais Erótico Sex Boutique, www.maiserotico.com.br e nosso blog http://blogmaiserotico.blogspot.com.br/.

    ResponderEliminar
  5. http://www.sexystore.pt/

    ResponderEliminar